SERVIÇOS

SUSPENSÃO (Amortecedores, Freios, Buchas, Molas)

O sistema de suspensão absorve as tensões, forças e impactos gerados por buracos e demais avarias das pistas de rodagem, minimizando a transmissão dos seus efeitos para os passageiros do carro.

É de extrema importância fazer uma revisão preventiva nos componentes a cada 10.000 km. Em geral, a suspensão é um conjunto formado por molas, amortecedores, bandejas, buchas, braços, pivôs, terminais e batentes. Para um perfeito alinhamento é necessário que todos os componentes da suspensão estejam em bom estado.

Fique atento aos principais sinais de desgaste no sistema:

  • Ruídos e batidas nas rodas;
  • Vibrações e direção "puxando";
  • Desgaste irregular dos pneus;
  • Rangidos ao efetuar manobras ou direção "dura".
Quando qualquer serviço de suspensão é feito em seu veiculo, torna-se obrigatório o alinhamento do veiculo.

GEOMETRIA/BALANCEAMENTO

A geometria é vital para a segurança, conservação e maior economia. As maiores causas que alteram as especificações de alinhamento dos pneus são ocasionadas por impacto, trepidação, compressão lateral e desgaste dos componentes da suspensão comprometendo o bom comportamento do veículo ou ainda, provocar desgaste irregular e prematuro da banda de rodagem.

Para obtenção de um desempenho estável e confiabilidade na direção faz-se necessário serviço de geometria em seu veículo. O pneu e a roda do seu veículo têm uma distribuição de peso uniforme e equilibrada, o que proporciona um rodar suave e seguro. Recomenda-se fazer o balanceamento a cada troca de pneus, ao primeiro sinal de vibração do volante, desgaste irregular dos pneus e após ser feito reparos no pneu ou na câmara de ar.

CAMBAGEM E CASTER

Cambagem é o ajuste que designa a inclinação da roda, parte de cima e de baixo, em relação a um plano vertical. Este ajuste, de um modo geral, controla as características de rolamento das rodas.

A cambagem excessiva provoca desgaste anormal da banda de rodagem e do ombro do pneu. Quando positiva, afeta a parte externa do pneu e, quando negativa, a parte interna. Caster é a inclinação do pino para a frente ou para trás, com relação à vertical, a fim de proporcionar melhor dirigibilidade ao veículo quando em movimento.

TROCA DE ÓLEO E FILTRO

Em carros mais antigos, o mais comum era trocar o filtro a cada duas ou três trocas de óleo. Nos atuais, porém, as montadoras recomendam fazer as trocas de ambos ao mesmo tempo. O prazo varia de modelo para modelo e deve ser consultado no manual do proprietário do veículo. Tanto o filtro quanto o óleo precisam ser substituídos por marcas com as mesmas especificações do original.

Siga exatamente o que recomenda a montadora. E vale lembrar que o prazo de troca não está relacionado somente com a quilometragem. Óleo também fica velho, mesmo se o veículo roda pouco. As montadoras também falam do período máximo para troca, que geralmente é de seis meses. Passe na Amorteceville e verifique a situação do óleo e filtro.